06Jun
Laço preto indicando as fases do luto

Fases do luto: maneiras para enfrentar e superar

Após o falecimento de uma pessoa querida, muitas questões vêm à cabeça. Esse momento delicado, o luto, é dividido em etapas oriundas diretamente do emocional. Porém, muitas pessoas acham que ignorar a situação é a melhor maneira de superá-la. Contra esse fato, separamos as principais fases do luto a fim de mostrar o quão natural e importante é viver esse momento. Atente-se às informações e conte com a Funerária Santa Casa 24h nessa fase da sua vida.

Afinal, quais são as fases do luto?

5 fases do luto

Negação

Muito comum, o primeiro estágio após perder uma pessoa querida é o de negar a realidade. A pessoa busca incansavelmente por soluções para mudar a situação. Geralmente, dentre as fases do luto, nesta o isolamento tende a crescer. Tudo parece ser um pesadelo. A dificuldade de aceitar a situação pode até adoecer a pessoa. Se você não se encontra, porém conhece alguém em fase de negação, procure não tentar iniciar conversas sobre o assunto.

Raiva e culpa

Quando a realidade fica clara, a negação some para dar espaço para a raiva. Raiva por não aceitar que tamanho baque tenha acontecido. O falecimento de um ente ou qualquer pessoa querida pode causar abalos emocionais profundos. Com isso, vem a culpa e a sensação de achar que poderia ter feito algo para mudar. Quando não articula uma culpa em si, pode achar em outra pessoa ou até mesmo Deus. Remorso, sentimento de injustiça, arrependimentos, raiva e culpa.

Negociação

Ao perceber que o isolamento e raiva não resolvem, a pessoa tende a fazer promessas para si. Mudar hábitos alimentares, ser mais gentil com as pessoas, se tornar um ser humano melhor. Enfim, compromissos que assumem (na maioria das vezes com Deus) para tentar curar a dor que ainda habita sobre a perda do ente. Quem está doente, vê na negociação a única forma de tentar “prolongar” a vida. Pactos, sacrifícios, penitências e promessas são comuns aqui.

Depressão

As fases do luto incidem sobre como a pessoa lida com a morte de uma pessoa querida. Depois de negar, se isolar, passar pela raiva e a negociação, a depressão é comum de se desenvolver. Querer voltar para a realidade e aceitar os fatos facilita o esvaziamento emocional e tristeza. Com a ascendência desses sentimentos, desenvolve-se um estado depressivo de querer alcançar uma estabilidade após a perda do ente.

Aceitação

Resta-nos aceitar e continuar a vida, como diz o conhecimento popular. E não é errado. A última etapa das fases do luto é, de fato, a aceitação. A dor do luto abre espaço para a lembrança dos bons momentos vividos. Além disso, o legado deixado pela pessoa começa a ganhar força e até a inspirar quem ficou para poder continuar a vida. E as mudanças negociadas anteriormente, as mais humildes podem acontecer organicamente nesta fase. A imagem de quem partiu começa a ocupar um espaço menos doloroso na mente da pessoa.

Sintomas recorrentes

  • Crise de estresse e ansiedade;
  • melancolia;
  • insônia;
  • desânimo para a rotina;
  • crises de raiva;
  • depressão.

Como superar

  • Você não tem culpa! A dor da despedida de quem amamos é natural. Porém, não deve haver peso na consciência e nem culpa. Falhas cometidas não representam falta de apreço;
  • enxergue possibilidades na nova rotina! Conviver com a ausência é uma tarefa difícil, mas não impossível. Mudar hábitos, conhecer lugares, pessoas e novas maneiras de enfrentar a saudade. Às vezes, cria-se a oportunidade de investir em sonhos e projetos em homenagem a quem partiu;
  • inteligência emocional e saúde mental, sempre! faça acompanhamento terapêutico, entenda as fases do luto e trabalhe suas emoções diariamente. Procure por atividades físicas, boa alimentação, lazer e etc. Ocupe sua mente de boas coisas.

Como a assistência funerária entra na história?

assistência funerária e fases do luto

Assim como fases do luto fazem parte de todo o aglomerado de situações ligadas à morte, assistência funerária também. Cuidar do sepultamento e enterro, por exemplo, pode amenizar o falso sentimento de culpa. Além, é claro, de dar a dignidade que o ente querido merece. Portanto, conte com a Funerária Santa Casa 24h para essa situação. Somos uma empresa especializada em serviços de funerária no Rio de Janeiro.

Em nosso blog, você encontra outros artigos exclusivos que podem lhe ajudar em momentos delicados como quando perdemos alguém. Artigos sobre falecimento de familiar, por que contratar plano funerário, diferenças entre cemitério público e particular, cemitério vertical e outros. Entre em contato e veja como podemos lhe ajudar.

Compartilhe:

Posts RecentesCategoriasTags